Devoção

Terezinha Costa: um exemplo de fé, amor e gratidão ao Pai Eterno

Ela aprendeu a devoção com a avó, passou para os filhos, netos e bisnetos. Família só tem motivos para agradecer.

O Programa Pai Eterno desta terça-feira, 22, mostrou mais um exemplo que tem a vida pautada na fé. A dona de casa Terezinha Rodrigues Costa já passou por muitas provações na vida, mas sempre devota do Divino Pai Eterno, ela encontrou Nele a força que precisou para vencer as situações difíceis na vida. (Assista ao vídeo abaixo)

Ela aprendeu a devoção com a avó, portanto, desde pequena já aprendeu a importância e a força da oração. “Eu morava em Anápolis. O pouco que estudei foi em colégio de freira. Era empregada doméstica, levantava muito cedo, até cochilava na porta do colégio, para participar da missa. Minha avó era uma senhora religiosíssima, rezava muito e sempre foi devota do Divino Pai Eterno e eu aprendi com ela”, lembrou.

A devoção aprendida ainda na infância, Terezinha passou para os filhos. A Márcia Pereira Machado, uma das filhas, seguiu a tradição da fé, repassou aos seus filhos e netos. Assim se formou uma grande corrente de amor no Pai Eterno. “Minha neta quebrou a perna e eu pedi muito. Ela ficou seis meses para curar a perna. E eu pedindo ao Divino Pai Eterno, rezando, fazendo promessa e hoje ela anda. Ela anda nem sei como, porque o osso da perna dela é oco. Ela foi curada pelo Divino Pai Eterno. Posso nem pedir mais nada para ele, só agradecer”, disse.

Veja também: 

Márcia contou ainda que carrega para sempre a lembrança de todas as Festas de Trindade que já participou. “Desde pequena, meus pais iam para Festa de Trindade, todos os anos. Levavam a gente só no último dia, na Festa mesmo, para ver os fogos. Sempre tive fé no Pai Eterno, tudo que eu peço eu sou atendida, Ele passa na frente e abre as portas”, relatou.

O orgulho de Terezinha é ser Ministra da Eucaristia em Trindade, compromisso de todo fim de semana. “A partir de 1981 eu comecei a servir dentro da Igreja. Eu me sinto a pessoa mais feliz, porque tenho fé. Até hoje eu participo da Romaria de Trindade, acho maravilhoso, convido muita gente para ir. Quando toca a alvorada, eu choro muito”, disse.

Emocionada, ela disse que atualmente é só gratidão ao Pai Eterno por tudo que já viveu até hoje. “A maior graça foi viver com o Oswaldo e meus filhos. Agradeço todos os dias por essa vida. Foram 57 anos de casados, mas ele foi morar com o Pai Eterno”, declarou. “Eu já amava o Pai Eterno, mas pelo meu pai eu aprendi a amar mais, porque a fé dele era tão grande, sempre dizia que o Divino Pai Eterno estava com ele”, completou a filha, Márcia Machado.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno